terça-feira, 18 de janeiro de 2011

Inocência de Menina Malandra

Olhavas me com ar de menina inocente, mas os teus olhos eram provocantes, a tua pele clara lembrava me seda, o teu decote saltava me a vista, os teus mamilos estavam tesos e bem visíveis através da camisola, mordias os lábios nervosamente, a tua respiração acelerava mais, o nervosismo nas tuas palavras fazia me pensar em recuar e não te tocar, mas era tarde demais já tinha a minha testa junta a tua, o desejo visível nos teus olhos, o teu cheiro a canela e maça fazia o meu sangue ferver, as minhas mãos na tua anca puxaram te para mim, o toque dos teus mamilos nos meus, fizeram perder a restante fio de controlo, sentir o calor dos teus lábios nos meus, as tuas mãos no meu pescoço a pressionar o que era um doce beijo em algo devorador, o teu sabor a chocolate impulsionava a ter que explorar cada bocadinho da tua boca de menina matreira! Os gemidos saiam das nossas bocas enquanto nos explorávamos boca com boca, a roupa ia caindo no chão, a urgência de saciar, o desejo crescia cada vez mais! A tua pele quente reagia a cada carícia, a cada toque meu, deitando te na cama, olhas te me enquanto admirava o teu corpo estendido sobre o lençol branco, os teu cabelo estendido, os lábios inchados dos meus beijos, o teu peito farto subia e descia acelerado, os mamilos tesos pediam atenção, a cueca preta tapava o monte de Vénus, mas a humidade já era visível! Deitando me sobre ti, beijando te o pescoço, sentia os teus mamilos rijos no meu peito, o teu corpo respondia aos meus beijos, contorcias te ao simples toque de língua no teu peito, chupando o teu mamilo, torturando te, ouvindo te gemendo, pedindo me mais, a tua voz rouca e desejosa... Começando a beijar o teu estômago, as tuas mãos no meu cabelo, as tuas pernas cruzadas na minha anca. Sentia a tua cona quente e molhada na minha pele, continuando a torturar o teu corpo, sentindo te subir e subir de excitação! Começando a tirar te a cueca, tremias de desejo mas eu ardia por sentir o teu sabor, queria ter o poder de te fazer berrar com a minha boca, após a cueca deslizar pelas tuas pernas, a vontade de beijar te os pés dominou me, gemeste de surpresa quando sentiste a minha língua no teu calcanhar, beijando teu tornozelo, acariciando a tua pele de pêssego, e tu já não aguentavas muito mais tortura, Por favor não...Por favor... As palavras saiam quase inaudíveis, mas termias ainda mais, as tuas mãos agarravam o lençol, tinhas os dedos quase brancos de tanta força, reviravas os olhos cada vez que te subia os beijos pela tua coxa. O teu cheiro colocava à prova o meu controlo, não aguentando mais procurei o teu clítoris com a língua, o teu sabor de mel desceu na minha garganta, os teus grunhidos de prazer e agonia faziam me dançar com mais entusiasmo o teu pequeno broto duro e vermelho. Os meus dedos começaram a torturar a tua entrada húmida e quente, a tua cona fumegava e puxava os meus dedos para dentro de ti, a humidade e a necessidade da minha cona também aumentava. Cada vez que a minha língua lambia e a minha boca sugava, os teus gemidos aumentavam, as tuas mãos a segurar a minha cabeça, a levar me na intensidade que necessitavas, os meus dedos dentro de ti a foder-te uma e outra vez sentir o teu canal a apertar os dedos, os teus sucos a gotejar, os grunhidos da minha garganta a elevar-se enquanto sugava todo o teu néctar… senti te subir, a prenderes me com as tuas coxas, os meus dedos no teu canal a pressionar e a torturar, fodendo te cada vez mais…. Os teus quadris a elevarem…. O grito de libertação agitou a minha própria excitação, a tua cona a apertou, sugou os meus dedos de tal maneira, a minha língua vibrava no teu clítoris teso….
A tua respiração ainda áspera, subi no teu peito e com a cabeça no teu peito ouvi o teu coração a bombear, louco…. Deixei te acalmar e sussurrei… “ És linda quando gozas para mim amor…”

7 comentários:

  1. Adorei toda a descrição...todo o pormenor...
    Me deste uma grande tesão...
    és de certeza uma mulher bem escaldante...adorei

    Beijos com Prazer

    ResponderEliminar
  2. Prazeres, obrigada pelo comentario e tambem por visitares o meu Paraíso. Tesão é algo que adoro dar... e nao ha nada mais escaldante que ver um homem subir as paredes.... :)
    Kiss kiss
    Sweet_vamp

    ResponderEliminar
  3. De certeza que adoras dar e também sentir...tal como muito prazer...
    fazias subir paredes...

    Beijos com Prazer

    ResponderEliminar
  4. Quem nao gosta de sentir a agonia do prazer?
    Sentir os mamilos entesar e humedecer a cueca.... hummmmmm

    ResponderEliminar
  5. SWEET_VAMP

    Desculpa lá mas eu necessito de parar um bocadinho sim? Estou um pouco ofegante para escrever este comentário em condições.

    Que viagem alucinante, é impossível fugir das tuas palavras, das descrições e dos pequenos pormenores. Sou um voyeur confesso da tua escrita. Bate e bate bastante forte deste lado, até dói.

    Estou...
    ;)

    Beijo-te

    ResponderEliminar
  6. Texto bem tesudo, com uma foto deliciosa.
    Beijos

    ResponderEliminar
  7. Eu tenho uma fantasia muito parecida... mas eu entro nela!
    Há fantasias que temos de realizar mais cedo ou mais tarde. Concordas comigo que devemos viver a nossa vida sempre com vontade e desejos, porque se não é parar!!!

    Beijos

    DF

    ResponderEliminar