sexta-feira, 18 de março de 2011

Chamas no Corpo

A noite estava quente, estava excitada e agoniada, não conseguia pensar direito. Vesti-me para FODER, o vestido sem costas, as meias ligas, os sapatos de salto perfumei-me, peguei na carteira e sai para a rua… não queria pensar, não voltaria para casa sem alivio… Demasiado excitada e agoniada para me importar onde iria… O Pub onde entrei estava lotado, entrei confiante dirigi-me ao bar e pedi um Whisky, sentando-me no balcão, alguém por traz de mim me sussurrou ao ouvido “A primeira rodada pago eu”, congelei ao ouvir a voz carregada de charme. Olhei-te e sorri timidamente, olhos negros e profundos queimaram me enquanto me sorrias, derreti no sorriso sexy e confiante. “Não aceito não como resposta” . A cueca humedeceu instantaneamente, apertei as pernas para controlar o calor que não conseguia aguentar. Os teus dedos nas minhas costas nuas roçaram tão suave que faíscas de tesão se fizeram sentir nos meus mamilos, entesando-os ate ao limite de dor, o teu olhar sobre os mamilos salientes no vestido fizeram me querer morrer de vergonha ali mesmo. Quem era o estranho que me deixava num estado de luxúria plena só com o olhar sobre mim. Ganhando coragem cheguei me perto o suficiente para te falar ao ouvido, agarrando descaradamente no teu caralho “ Não sei quem és, não quero saber, mas preciso que me fodas…”. Prendendo o teu olhar no meu a espera de uma resposta, o teu caralho entesando gradualmente na minha palma. Tremi quando a tua respiração roçou no meu pescoço, e lambeste-o descaradamente, “ Desde que entraste que não quero estar em nenhum outro lado sem ser dentro de ti!” A tua língua brincou com a minha orelha, o tremor no meu corpo ganhou vida de forma devastadora, gemi e procurei o calor do teu corpo para aliviar a necessidade de ti. O teu peito contra os meus mamilos tesos fizeram me ofegar, não conseguia respirar, esfregas-te o teu caralho na minha palma, de modo a lembrar-me que ainda o tinha sobre a minha mão. Olhei e nervosamente trinquei o lábio, a tua mão sobre as minhas costas empurraram-me sobre o teu corpo, onde já não conseguia evitar o calor que por ele irradiavas. Os teus dedos na minha nuca trazendo os meus lábios sobre os teus, beijo tímido que rapidamente se tornou audaz, a invasão da tua língua na minha boca arrancou mais um gemido, a minha humidade escorria sem parar nas minhas coxas, agarrei-te os ombros tentando arrancar tudo o que podia desse beijo necessitado. Rompes-te a ligação do beijo e agarrando me e sem uma única palavra abris-te alas sobre a multidão, que se instalava no pub, directamente para a casa de banho. Mal a porta se fechou, agarrei-me a ti, beijando-te desenfreadamente, procurei o fecho da tua calça abri e procurei o teu caralho, as tuas mãos brincavam e beliscavam os meus mamilos. Senti o lavatório no rabo, sentei-me nele, abrindo-me para ti. Puxei o teu corpo para saciar a fome de ti do meu. O teu dedo sondou a humidade que jorrava da minha cona de necessidade, sem mais entraves, o teu caralho roçou a minha cona chorona, “Não brinques, FODE-ME” pedi-te eu em desespero. A tua boca cobriu a minha e enterras-te em mim, sem dó nem piedade, de uma estocada só, afogaste o meu gemido de prazer na tua boca. Fodias-me forte e a cada batida da tua pélvis no meu clítoris, mais no precipício eu caia, os teus lábios não deixando os meus, uma única vez…. Explodi nos teus braços sentido me levitar e entesar, a respiração parou no meu peito. Enquanto sentia a tua própria libertação dentro de mim. Após as respirações acalmarem, lá arranjamo-nos. Pegas-me na mão e beijas-te me os nós dos dedos, abrindo a palma para ti, e pegando numa caneta, escreveste o teu nº de telemóvel. “Sempre que precisar de um Bombeiro com mangueira para acalmar as chamas” sai-mos da casa de banho e dirigi-me a saída…. Na rua peguei no telemóvel e liguei-te “ O fogo alastrou…”

11 comentários:

  1. Para apagar fogos tenho cá a minha mangueira ;)

    ResponderEliminar
  2. Sério Vamp... estas tuas descrições fazem qualquer ser humano atingir orgasmos psicológicos e múltiplos! Devassa... ;)

    ResponderEliminar
  3. Alentejanito.... nunca se pode dizer Não a uma Boa mangueira:P
    kiss..


    Janine Bettencourt e no que toca a orgasmos bonssss.... oh sim maiss por favor:D
    obg querida.. um beijo em ti...

    ResponderEliminar
  4. Oi...
    Obrigado por seguir meu blog (Master Sex)!
    Gostei do seu também, estou seguindo...

    Volte sempre, será sempre bem vinda!

    Beijão!!

    ResponderEliminar
  5. Intensa... E é curioso como foges à regra e te deixas encantar por olhos negros... ;)

    ResponderEliminar
  6. FilipeSan obrigada por vires espreitar tb.... voltarei... e tu também serás sempre bem vindo!
    kiss kiss

    Foxos, adoro olhos negros, são enigmaticos... deixam-me de quatro completamente:D...
    kiss kiss

    ResponderEliminar
  7. Conhecendo seu blog agora, através de outro que sigo. Gostei daqui.

    Estou te seguindo, ok?
    Parabéns pelo blog!

    Beijos da lua, e bom fds!

    =))

    ResponderEliminar
  8. Lindo blog e deliciosas palavra...Incendiou-me!

    Sigo-te.

    Excelente domingo.

    Beijos

    ResponderEliminar
  9. Olá! Estava navegando na blogosfera e me deparei com teu blog, adorei!
    Amo fazer novas amizades, conhecer pessoas, idéias, outras perspectivas.
    Teu cantinho é belo e sensual.
    Já estou te seguindo...
    Se puder visita meus blogs.
    Bjs doces como mel da

    *´¨)
    ¸.•´¸.•*´¨) ¸.•*¨)
    (¸.•´ (¸.•` *♥ Mel Dupla Personalidade ♥*♥*♥*♥*♥*♥*♥*♥*♥

    ResponderEliminar
  10. Tuas palavras encharcam-me de Prazer...
    bjs

    ResponderEliminar